Reciclagem de itens e resíduos na construção civil

Saiba por onde começar nas obras da sua casa ao pegar as chaves do seu apartamento 1

O famoso “entulho” pode se tornar um grande problema na construção civil. Quando não tem um destino correto, passa a ser um problema ambiental. Afinal, quanta massa, resto de cerâmica, de tijolos, entre outros, não acabam descartados em uma obra?

Dessa forma, cabe à construtora se preocupar com o destino correto dos materiais. Afinal, é ela a responsável legal pelos resíduos sólidos gerados durante uma obra.

Legislação sobre os resíduos na construção civil

Quem determina as regras para a reciclagem ou destino dos resíduos da construção civil é a resolução 307 do CONAMA. Segundo ela, é “responsabilidades dos geradores, dos transportadores, o gerenciamento interno e externo, a reutilização, a reciclagem, o beneficiamento, aterro de resíduos, áreas de destinação de resíduos”.

Para isso, a resolução considera como resíduos da construção civil os provenientes de obras de construção, reparos e reformas. Dessa forma, são considerados todos os itens chamados, popularmente, como entulhos, os resíduos que devem ter o destino tratado pela responsável pela obra.

Além disso, a resolução determina que a empresa geradora de resíduos deve ter, como objetivo principal, a redução do descarte de material, bem como a reutilização e a reciclagem. Caso mesmo depois desses processos ainda existam resíduos, eles não poderão ser levados para aterros de resíduos domiciliares.

Há ainda algumas normas que podem ser verificadas na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e que complementam o que diz q resolução.

Dicas de reciclagem de produtos na obra

Claro que o melhor é diminuir a quantidade de entulho da obra, contudo, não será possível eliminar todos os resíduos, de uma só vez. Dessa forma, parte do material deverá ser reciclado e receber o destino correto.

Alguns poderão ser usados na própria construção ou em um novo projeto. Enquanto outros deverão ser destinados à empresa especializada.

Veja dicas:

  • Madeira de demonização pode ser destinada à montagem de móveis, como mesas, cadeiras, mesas de centro e guarda-roupas ou até usadas na decoração da construção, quando for o caso;
  • Restos de argamassa podem ser destinados a aterros da próxima obra ou como base de piso e calçadas;
  • Telhas e blocos de cerâmica quebrados podem ser usados para substituir parte da brita na produção de concreto;
  • Restos de blocos e de vidros podem ser destinados à produção de asfalto;
  • Papéis, plásticos e papelões devem ser reciclados em usinas específicas.

Gostou das dicas? Na Distel você encontra vários produtos para a construção. Todos eles de qualidade. Faça um orçamento!

Comentários

Perguntas realizadas para: "Reciclagem de itens e resíduos na construção civil"

  Mostrar Comentários

Ainda não temos nenhum comentário para este artigo.
Seja o primeiro utilizando o formulário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categoria

Últimas Publicações

Solicite um Orçamento