QUAL A IMPORTÂNCIA DA ILUMINAÇÃO PARA O DESIGN DE INTERIORES

Poucas pessoas estão cientes disso, mas a iluminação é um dos principais aspectos de um ambiente; ela determina não apenas a aparência do mesmo, mas também seu conforto visual e até mesmo o nível de atenção daqueles que lá irão habitar, trabalhar ou simplesmente transitar por lá.

Sendo assim, é de suma importância que as decisões relacionadas a esse assunto não sejam tomadas de forma leviana; é preciso se planejar e pensar muito bem antes de definir a iluminação de um ambiente — não à toa, existem hoje os chamados “designers de iluminação, profissionais especializados em desenvolver a iluminação de ambientes.

QUAL A RELAÇÃO ENTRE O OBJETIVO DO AMBIENTE E A COR DAS LUZES?

Antes de tomar qualquer decisão é preciso definir qual deverá ser a imagem que o ambiente irá passar; com base nisso, você poderá escolher o espectro de luz que melhor se adequa aos seus objetivos — falando de forma simplificada, você precisa ter em mente o que gostaria que as pessoas sentissem ao entrar nesse ambiente para saber qual é a melhor temperatura de cor a ser utilizada.

A luz branca, que é aquela que tem cerca de 6000K, é recomendada para ambientes nos quais é preciso atenção, tal qual cozinhas, hospitais, clínicas e afins. Ela é capaz de nos deixar em um estado de atenção e evidencia eventuais problemas com mais facilidade — no caso de uma cozinha, por exemplo, torna-se mais fácil notar sujeiras.

Já a luz amarela, que hoje em dia é chamada de “branco quente”, transmite aconchego e conforto; ela é ótima para quando se deseja transmitir tranquilidade e receptividade, sendo muito usada em cinemas, teatros, salas e ambientes correlatos.

DEFININDO AS FONTES DE LUZ

Uma vez definido o objetivo de um ambiente e, consequentemente, a temperatura de luz do mesmo, é hora de definir os meios de iluminação.

Nesse ponto, você precisará decidir de que forma a luz chegará o ambiente; ela será fornecida apenas por meios artificiais, como energia elétrica, ou o ambiente terá incidência de luz natural também?

Em nossa experiência, aprendemos que a iluminação ideal é alcançada por meio de um equilíbrio de fontes naturais e artificiais de energia; durante o dia, janelas, cobogós, blocos de vidro e objetos similares podem ser usados em conjunto com lâmpadas para deixar o ambiente claro e agradável; à noite, a iluminação fica à cargo da lâmpada.

Sobre esse tema, aliás, é interessante apontar que a iluminação natural havia caído em desuso; durante algum tempo, as pessoas preferiram contar apenas com formas artificiais de energia, por consideraram a mesma mais prática. Hoje, contudo, com o aumento da conscientização ambiental e com a percepção de que ambientes banhados por luz natural são mais agradáveis que os demais, um número cada vez maior de pessoas está buscando estabelecer um equilíbrio entre fontes naturais e artificiais de luz.

PRECISA DE AJUDA? FALE CONOSCO!

Ficou interessado no assunto e gostaria de mais dicas acerca de como você pode criar a iluminação ideal para o seu ambiente? Conte com o apoio da Distel; somos uma empresa que há anos atua no mercado da construção civil, possuindo ampla experiência em diferentes tipos de estruturas.

Comentários

Perguntas realizadas para: "QUAL A IMPORTÂNCIA DA ILUMINAÇÃO PARA O DESIGN DE INTERIORES"

  Mostrar Comentários

Ainda não temos nenhum comentário para este artigo.
Seja o primeiro utilizando o formulário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categoria

Últimas Publicações

Solicite um Orçamento