Publicado em 28/03/14 por Distel Telhas

As mantas de alumínio para subcoberturas tem ganhado espaço no mercado nacional devido ao seu ganho térmico, ainda mais levando em consideração que o Brasil é um país completamente tropical. Mas as mantas de alumínio não possuem apenas essa finalidade, elas também criam uma barreira contra irradiação, algo que, infelizmente, atualmente, é algo que necessita de atenção devido aos problemas com a camada de ozônio, sem mencionar o fato que as mantas protegem não somente o telhado, como também toda sua estrutura.

Hoje em dia, as mantas de subcobertura estão se tornando indispensáveis para quem deseja conforto térmico e proteção. As mantas impedem variações de temperatura do interior da construção com o meio ambiente, tanto em dias quentes, quanto nos frios, por isso tem sido aplicada não somente em residências, mas também em igrejas, escolas, fábricas, hospitais, edifícios e etc, onde a conservação, proteção e bem-estar são realmente importantes.

As mantas também protegem a estrutura, evitando aquelas costumeiras gotas que costumam acontecer nos telhados sem tal proteção. Mas para um melhor aproveitamento de seu investimento, é preciso atentar para sua instalação. As mantas são montadas entre a estrutura e o telhado, somente neste lugar poderá conseguir todas as vantagens de seu investimento, contudo, é preciso atentar para dois detalhes importantes: é preciso transpor aproximadamente cerca de dez centímetros as camadas de aplicação da manta e elas não devem ser aplicadas na linha da cumeeira.

Observando esses detalhes e respeitando-os, você estará fazendo um investimento em sua construção que não valorizará somente o imóvel em si, mas também indicará a atenção para o bem-estar e a saúde daqueles que habitarão ou trabalharão na instalação.

Compartilhe

Faça uma pergunta
0 Perguntas
Pergunta:

*