Além de proporcionar cobertura aos tetos, as telhas, oferecem um design que garante a sofisticação de uma casa. Mas para que isto seja mantido, é necessário mantê-las, sempre, limpas.

O ideal é realizar, periodicamente, a limpeza e manutenção do telhado, para garantir a durabilidade da telha.  Em época de chuvas, especialmente, nos damos conta da importância das telhas quando começamos a notar vazamentos escorrendo pelas paredes ou pingando das luminárias e lustres, prejudicando, assim, os objetos internos da casa.

A situação se agrava quando passamos a perceber outros sinais como:

  • Destelhamento;

  • Pedaços de telhas no chão;

  • Desalinhamento;

  • Telhado “meio estufado” (Este é um sinal que esta área da casa precisa de uma reforma ou manutenção, urgente, para evitar futuros inconvenientes);

Para maior garantia de limpeza e conservação das telhas é essencial contar com um profissional qualificado. Não faça por conta própria, sem o mínimo de conhecimento, uma vez que um pequeno descuido pode ocasionar em uma queda e trazer transtornos adicionais. Contratar uma empresa ou profissional aptos para fazer a limpeza e eventuais reparos, acaba sendo, sem dúvidas, um ótimo investimento.

Siga alguns passos para garantir que o processo seja realizado de maneira ágil e segura

1. A manutenção deve ser realizada em períodos sem chuva ou de pouca chuva. Caso tenha extrema urgência e não puder esperar, cubra o telhado ou a área a receber a manutenção com uma lona, assim você evita que a chuva invada a laje e cause algum tipo de infiltração ou danos a edificação ou casa;

2. Caso tenha de se movimentar pelo telhado, tente utilizar tábuas por onde for pisar. Isso evita que as telhas se quebrem e tragam ainda mais prejuízos à reforma, além evitar quedas em telhas soltas e acidentes;

3. Faça, inicialmente uma análise das condições do telhado para planejar o início da limpeza e manutenção: Faça a limpeza das calhas, removendo folhas e objetos que possam causar seu entupimento e impedir o correto funcionamento da mesma. Verifique o seu seu estado. No caso de serem calhas metálicas, observe se há pontos onde estejam enferrujados e se é necessário fazer a troca. Pode ser necessário aplicação de produto específico para solucionar o problema, assim evitando a troca da calha. Caso sejam de PVC, veja se apresentam rachaduras;

4. Faça o mesmo procedimento com os rufos (peça de metal colocada nos encontros de paredes com telhas). Caso exista ferrugem, adote o mesmo procedimento explicado na reforma das calhas, se for necessário faça a substituição da peça;

5. Observe as telhas que devem estar bem encaixadas e sem sinais de quebras ou rachaduras. É importante, também, comprar sempre 10% a mais de telhas. Por que? Isso serve para futuras trocas. No caso de não haver sobras, tente identificar o modelo e lote da telha para procurar o tipo certo e assim ter o encaixe perfeito evitando frustrações ou troca de todo telhado ou até mesmo “gambiarras” para encaixar telhas diferentes;

6. A lavagem deve ser realizada, preferencialmente, com uma máquina de alta pressão do tipo Waap, isso já deve servir para retirar manchas e musgos das telhas e garantir uma aparência mais limpa;

Para isto, adote algumas recomendações:

• Use detergente neutro;

• Prefira vassoura ou escova de cerdas macias;

• Lave bem as telhas com bastante água, removendo todo detergente, sem deixar vestígio;

• Não use solventes, produtos ácidos ou abrasivos;

• Não se assuste caso saia alguma tinta durante a limpeza. Trata-se de tinta calcinada pelo sol, a qual sai exatamente da mesma maneira que a tinta de um carro quando se faz um polimento, por exemplo;

Segurança é prioridade, portanto, caso decida realizar o serviço por conta própria, procure seguir todos os cuidados para assegurar a sua integridade física e aumentar a durabilidade de sua telha.

Compartilhe

Faça uma pergunta
0 Perguntas
Pergunta:

*
Solicite um orçamento Sem compromisso