Um dos danos mais comuns no telhado é a temida infiltração de água, pois é uma das formas mais rápidas de acumular despesas grandes. Mofo, insetos, apodrecimento de partes de madeira e até mesmo dano em instalações elétricas podem ser resultados de pequenos vazamentos em seu telhado. Esteja sempre de olho em cheiros diferentes ou umidade em sua casa, manchas nas paredes e teto, telhas danificadas ou acúmulo de água no telhado.

Para evitar problemas no telhado é necessário que ele seja bem instalado, com sistema de inclinação e materiais apropriados, e se tiver a conservação adequada, sua durabilidade pode variar de 15 a 40 anos. Por isso, fazer a manutenção preventiva de toda estrutura é imprescindível.

Entre os principais pontos que tem que ser inspecionados no telhado estão: a ancoragem da estrutura, ou seja, os elementos estruturais que suportam a cobertura, o encaixe e alinhamento das telhas e se há unidades mal fixadas ou quebradas, bem como o estado das calhas e condutores.

O ideal é realizar a vistoria durante a época de estiagem do ano, normalmente, entre os meses de junho a setembro. Nesse período de menor precipitação de chuvas, caso necessário, o profissional pode tranquilamente destelhar parte da cobertura, substituir telhas danificadas e fazer reparos no madeiramento.

A necessidade de limpeza das calhas varia de acordo com a localização de sua residência. Por exemplo, se seu vizinho for um edifício, o duto pode entupir por detritos e objetos jogados pelos moradores do prédio, por isso, cheque frequentemente seu estado.

É aconselhável também limpar a cada dois meses calhas e condutores caso sua casa fique bem próxima a árvores de grande porte. Não existe regra quanto à frequência na manutenção, o recomendado é sempre observar a estrutura.

Se conseguir acessar a calha pelo lado externo da casa, sem precisar subir no telhado, o trabalho de limpeza do escoadouro não demanda necessariamente a contratação de um profissional especializado. No entanto, certifique-se de sua total segurança devido à altura, proximidade da rede elétrica e ao uso de escada para execução da tarefa. E para evitar escorregões e choques elétricos, não faça a limpeza em dias chuvosos.

Ainda nessa época do ano, vale ficar atento ao telhado após tempestades com ventos fortes. A intensidade de um vendaval pode ser suficiente para remover ou deslocar telhas e, conseqüentemente, provocar vazamentos localizados de água. Nestes casos, uma avaliação técnica e reparos emergenciais provavelmente serão necessários.

Compartilhe

Faça uma pergunta
0 Perguntas
Pergunta:

*