Imagine uma casa de dois andares com a frente preenchida por pedras brilhantes e paredes pintadas de cores vivas com o telhado moderno, mas, infelizmente esburacado e mal conservado.

Este é o terror de diversas donas de casa, pois além de ser um aborrecimento, pode acarretar problemas adicionais em longo prazo. Mas acalme-se! Existem algumas maneiras simples e eficientes de evitar este inconveniente:

O que é preciso para ter uma telha útil e conservada?

Compre telhas de qualidade e consulte qual madeira é apropriada para o uso: Um dos maiores erros do consumidor é não se atentar na qualidade das telhas, pois para que seja de boa qualidade é necessário que esteja bem queimada. Evite telhas vitrificadas, pois o revestimento tende a retalhar com o frio. Procure usar telhas que tenham “procedência de acordo com a NBR 15.310”. Além de verificar a madeira apropriada para o uso, não opte pelas que apresentam aparência úmida e esverdeada, pois podem prejudicar e vergar as telhas;

Atenção ao instalar a telha: Você não deve começar a se preocupar com as suas telhas quando já estão montadas, mas, sim, a partir da instalação, pois é extremamente necessário observar como esta montagem deve ser feita. Dependendo da inclinação das telhas é necessário que sejam amarradas com arame de cobre, além disso, você deve se atentar as situações que podem deixar o seu telhado em risco como por exemplo, a proximidade das árvores, antenas, fiação etc;

Faça a revisão da cobertura: Verificar as calhas, a madeira e as telhas é uma atitude imprescindível para evitar gastos futuros, pois a maioria dos vazamentos começam em pequenos locais e a correção de um pequeno erro pode evitar futuros aborrecimentos. Calhas entupidas podem acumular água e destruir a cobertura. É recomendável que a cada dois anos seja feita uma impermeabilização para evitar possíveis deslocações das telhas por conta das chuvas;

Cuidados extras

  • Antes de realizar a compra, procure levar uma amostra original e inteira da telha para verificar se o encaixe ficará bom;

  • Contrate um profissional com referências para eventuais manutenções;

  • Caso seja necessário andar na cobertura, não pise nas telhas. (Pise em partes que são constituídas por madeiras);

Simples, não é? Pequenas atitudes poupam gastos e aborrecimentos e garantem um telhado bonito, resistente e bem conservado. Facilite!

Compartilhe

Faça uma pergunta
0 Perguntas
Pergunta:

*
Solicite um orçamento Sem compromisso