Uso de telhas PETAtualmente, a conscientização da necessidade de preservação de nosso meio ambiente é cada vez mais latente. É possível andar pelas ruas e ver latas de lixo destinadas a produtos específicos para facilitar ainda mais a reciclagem de determinados materiais. Um ótimo exemplo desta necessidade de preservação ocorreu cerca de dois anos atrás, nos mercados, com a tentativa de desistirem das famosas sacolinhas de plástico.

Para quem não sabe, o plástico nos aterros sanitários demora muito tempo para ser decomposto, o que gera uma vida curtíssima para um determinado lugar destinado a tal função, mas a culpa para tal problemática não fica apenas para as sacolas, mas todo lixo a base de plástico, ou seja, as garrafas pets estão no meio desse levante.

Contudo, no caso das garrafas pets, a reciclagem encontrou caminhos de aproveitamento que realmente funcionam de uma maneira eficaz. As indústrias que trabalham com materiais recicláveis desenvolveram as telhas de garrafa pet que vem revolucionando o mercado e também sendo bem procurados por profissionais da construção civil.

As telhas pets possuem alguns pontos positivos sobre as telhas convencionais e demais tipos de telha, por exemplo, as telhas pets são bem mais leves que as telhas tradicionais, o que barateia a estrutura de sustentação. Sua durabilidade também chama atenção devido sua matéria prima e sistema de fabricação. Um estudo comparativo nos tipos de telha descobriu que as telhas pets suportam até 85 graus, já as telhas convencionais, 50 graus.

Outro ponto importante a respeito das telhas pets é o fato de não possuírem a possibilidade de desenvolvimento de fungos, coisa comum nas telhas feitas de cerâmica que, além deste problema, exigem exploração ambiental.

Compartilhe

Faça uma pergunta
0 Perguntas
Pergunta:

*
Solicite um orçamento Sem compromisso