Publicado em 23/08/13 por Distel Telhas

Telhas ecológicas feitas a partir de garrafas PET

As telhas ecológicas são produzidas com resíduos de fibras vegetais, como: fibras de madeira, pinho, eucalipto e também de não madeiras, como: sisal, bananeira e coco que são empregadas no reforço dos materiais cimentícios. As telhas ecológicas tem tido uma ótima aceitação no mercado e vem ganhando espaço entre os demais detalhes devido ao seu custo e benefícios.

O sucesso das telhas ecológicas se dá à forma revolucionária de sua composição, primeiro uma monocamada de fibras vegetais que são saturadas de betume e depois, pigmentadas para se alcançar a cor desejada, logo em seguida é dada mais uma camada de resina especial que impede a escamação, conserva a cor e ainda protege contra as ações dos raios UV. Vale lembrar que, devido ao tratamento e sua matéria prima, as telhas ecológicas não oferecem risco algum à saúde, diferente das telhas de amianto e das caixas d´água, que podem causar problemas graves a nossa saúde.

Além desta vantagem em cima das telhas de amianto tradicionais, as telhas ecológicas, devido ao seu processo e o reforço das fibras, se mostraram mais resistentes, ou seja, além de não causar mal à saúde, elas ainda possuem mais resistência em sua constituição, elas aguentam facilmente uma chuva de granizo.

Alguns ensaios e testes revelaram outros pontos importantes das telhas ecológicas comparadas aos outros tipos de telhas: resistência, leveza, impermeabilidade, anticorrosiva, baixa transmissão térmica e acústica, sem mencionar que é de fácil manuseio. As telhas ecológicas só possuem uma pequena desvantagem, seu custo é 10% mais caro que as telhas de cerâmica, contudo, devido a sua leveza consome uma estrutura menor para sua sustentação, sem lembrar os benefícios que causa à saúde.

Compartilhe

Faça uma pergunta
0 Perguntas
Pergunta:

*
Solicite um orçamento Sem compromisso